E-mail
Facebook
Twitter
Youtube
Baja TT do Pinhal
23 e 24 de Março
É Bom Ser Sócio!

Conheça aqui as vantagens!

 

Baja TT do Pinhal foi apresentada

Sertã mantém-se como centro nevrálgico da prova

 

 

 

 

 

 

Nos dias 16 e 17 de junho realiza-se mais uma edição da Baja TT do Pinhal, organizada pela Escuderia de Castelo Branco, prova a contar para o Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, que terá como palco as vilas da Sertã, Oleiros e Proença-a-Nova.

 

 

A Sertã volta a ser o centro nevrálgico da prova: no centro da vila estarão localizados os parques (Fechado e de Assistência) e todos os sectores selectivos terminam na Sertã. Organizada sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) e da Federação de Motociclismo de Portugal (FMP), a prova terá início em Proença-a-Nova, onde estará montado o Parque de Partida. O prólogo (9,57km) realiza-se junto à Pista de Aviação das Moitas, em Proença-a-Nova, e será disputado duas vezes pelos carros, enquanto as motos, quads e SSV’s o fazem uma única vez, tendo ainda o primeiro sector selectivo (30km) no primeiro dia. Oleiros receberá a partida de dois sectores selectivos: o primeiro SS dos autos e o segundo SS das Motos.

 

 

Durante dois dias, serão percorridos 346,89 km cronometrados para os automóveis e 337,99km para as motos, quads e SSV’s, numa prova caracterizada pela tecnicidade das pistas: o percurso é variado com pistas muito diversas. Durante os dois dias de competição, os concorrentes irão passar por estradões rápidos e por zonas mais técnicas e lentas.

 

 

José Farinha Nunes, Presidente da Câmara Municipal da Sertã, na apresentação da Baja TT do Pinhal que decorreu na Sertã, na passada segunda-feira, referiu que este tipo de iniciativas desportivas promove o território da zona do pinhal, “sendo um investimento com retorno, ao mesmo tempo que proporciona momentos de adrenalina e espectáculo para o público”. De acordo com o autarca, dada a experiência da entidade organizadora (Escuderia Castelo Branco), “é esperado um evento que irá correr da melhor forma e será um sucesso garantido”.

 

 

João Lobo, Presidente da Câmara Municipal da Proença-a-Nova, realçou o mérito em “agregar três municípios para oferecer uma prova de desporto motorizado”, e com ela dar visibilidade ao território. Reforçou a ideia do investimento e sublinhou o momento oportuno da realização desta prova, numa altura em que “o país está dentro do radar turístico”.

 

 

Paulo Urbano, Vereador da Câmara Municipal de Oleiros, referiu que a Baja TT do Pinhal tem todas as condições para se tornar imagem de marca do Todo-o-Terreno. “É uma prova de qualidade reconhecida e bastante reputada, que tem aliciado equipas e pilotos a participar.” Referiu tratar-se de uma atividade motora e potenciadora do desenvolvimento da região, “que estimulará de forma incondicional o tecido socioeconómico da região que tão bem sabe receber.”

 

 

António Sequeira, Presidente da Escuderia Castelo Branco, agradeceu o apoio e a confiança dos três municípios envolvidos, e a oportunidade de mostrar o pinhal interior através do desporto motorizado. De acordo com este responsável, “será a melhor Baja TT do Pinhal de sempre, que mostrará os melhores caminhos e melhores paisagens, fruto do trabalho de mais de 300 pessoas da Escuderia”.

 

 

Sérgio Sequeira, Diretor de Prova – Moto, revelou a configuração do percurso e apresentou as principais novidades da edição deste ano, nomeadamente a extensão total da corrida (nas motas aumentou em 100 km em relação ao ano passado) e a maior variedade de terrenos. Os troços foram melhorados e vão ser mais acessíveis ao público. “Prevê-se cerca de 130 inscritos nas motos e gostaríamos de contar com os pilotos da terra”, finalizou.

 

 

Nuno Almeida Santos, Diretor de Prova – Auto, referiu que “vamos ter uma prova muito competitiva, com excelentes trilhos. Estão reunidas as condições para um evento todo-o-terreno que irá honrar o território e a própria Escuderia. Temos razões para acreditar num aumento do número de participantes relativamente a edições anteriores”.